Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Melhor Blog do Mundo

Porque as coisas boas da vida têm mais sabor quando são partilhadas...

Um dia em Cáceres

11.06.18 | Os bloggers

Na nossa mais recente escapadinha, entre o Alentejo e Cáceres, passámos cerca de 24 horas em Cáceres, uma pitoresca e histórica cidade espanhola.

_DSC6302.jpg

Já foi quase à hora de jantar que chegámos a Cáceres. Ainda estava uma réstia de claridade e fomos apreciar o anoitecer no centro histórico de Cáceres. Muito bonito!

_DSC6197.jpgP4270094.jpg

O centro histórico da cidade foi incluído na lista do Património da Humanidade pela UNESCO em 1986, sob o nome de "Cidade Antiga de Cáceres". De facto entrar no centro histórico desta cidade é como fazer uma viagem no tempo, com vivências históricas e personagens contemporâneas.

P4270090.jpg_DSC6205.jpg

Descobrimos facilmente os principais locais, que no dia seguinte fomos explorar - Arco de La Estrella, Concatedral de Santa Maria, Palácio dos Golfines de Abajo, Torre de Bujaco, Museu de Cáceres, Museu Árabe, entre outros. É fácil visitar todos estes locais num dia (apesar de fecharem à hora da sesta) e as entradas têm um custo praticamente simbólico, que varia entre gratuito a cerca de 3 euros.

P4270116.jpgP4270124.jpgP4270125.jpg

- Plaza Mayor, Arco de La Estrella, ruas e ruelas: todas as cidades espanholas têm uma praça central, onde gira a vida turística da cidade... Cáceres não é excepção! O nosso passeio começou precisamente assim, pela visita à Plaza Mayor, entrando através do famoso Arco de La Estrella e sem deixar de apreciar as encantadoras ruas e ruelas empedradas e ladeadas por construções centenárias, todas elas com uma história para contar. Parte do encanto da visita a Cáceres é precisamente calcorrear estas ruas e apreciar as suas fachadas.

_DSC6206.jpg_DSC6208.jpg_DSC6382.jpg_DSC6211.jpg_DSC6241.jpg_DSC6341.jpg

- Torre de Bujaco:  é a torre mais importante da cidade e um dos seus símbolos, sendo a construção mais imponente da Plaza Mayor. É em estilo árabe e foi construída no século XII sobre pilares romanos. Este local alberga importantes documentos e informações sobre a história da cidade, para além de oferecer umas vistas muito bonitas sobre todo o centro histórico, principalmente sobre a Plaza Mayor.

_DSC6388.jpg_DSC6237.jpg_DSC6229.jpg_DSC6226.jpg_DSC6223.jpg

- Concatedral de Santa Maria: trata-se da bonita Catedral de Cáceres, construída entre os séculos XV e XVI, em estilo romântico em transição para gótico. É um ponto de paragem obrigatório.

_DSC6310.jpg_DSC6312.jpg_DSC6311.jpgP4270104.jpg_DSC6370.jpg

- Igreja de São Francisco Xavier:  é uma igreja imponente e altiva, com a grande particularidade de poder subir às suas duas torres, com a promessa de se poder apreciar umas bonitas vistas. Entrámos e subimos de imediato às duas torres. As vistas são de facto soberbas. Imperdível!

_DSC6246.jpg_DSC6247.jpg_DSC6257.jpg_DSC6260.jpg_DSC6267.jpg_DSC6262.jpg

- Museu de Cáceres e o Bairro Judeu: é o principal museu da cidade e a entrada é gratuita. Aqui ficamos a conhecer grande parte da história de Cáceres, mas a maior preciosidade deste museu reside no sub-solo, onde existe uma antiga cisterna hispano-árabe. Maravilhoso!

_DSC6293.jpg_DSC6272.jpg_DSC6281.jpg_DSC6283.jpg_DSC6289.jpg

- Museu Árabe: visitámos este museu durante a hora da sesta de nuestros hermanos, em que todos os outros locais estavam fechados. É mais uma casa-museu do que propriamente um museu, pois o seu interior retrata na íntegra o interior de uma casa árabe, quer em termos de arquitectura, quer de decoração. É um ponto de paragem obrigatório.

_DSC6314.jpg_DSC6316.jpg_DSC6322.jpg_DSC6324.jpg_DSC6327.jpg_DSC6334.jpg

- Palácio dos Golfines de Abajo: é um edíficio situado junto à Concatedral, construído por Alonso Golfin no século XV e que foi sofrendo várias alterações durante os séculos. Deixou de ser habitado há cerca de um século e encontra-se actualmente decorado com as antigas mobílias da casa de Madrid da última descendente desta família, Tatiana Pérez de Gusmán el Bueno. Na ausência de descendência Tatiana e o marido Julio Pélaez construíram uma Fundação para conservar o património familiar, após a sua morte, que ocorreu em 2012. Este é outro ponto de visita obrigatória.

_DSC6364.jpg_DSC6366.jpgIMG_20180428_173509.jpg

Estão asssim descritos os principais locais de visita da monumental cidade de Cáceres.

_DSC6296.jpg

Para dormida escolhemos um hotel simples, mas mesmo junto ao Centro histórico, que nos permitiu visitar todos os pontos de interesse a pé. Como era fim de semana o carro ficou estacionado gratuitamente mesmo à frente do hotel.

Para as refeições há vários restaurantes no centro histórico. Estejam atentos às ementas e aproveitem uma das muitas esplanadas à disposição.

_DSC6363.jpg

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.